Direitos Trabalhistas

Como calcular Hora Extra – Aprenda Como Fazer

Aprender como calcular hora extra corretamente é de sua importância em qualquer relação trabalhista. Afinal, o pagamento de horas extras é um direito previsto legalmente no artigo 59 da CLT.

Além disso, segundo dados de pesquisa feita pela Maxis GBN, o Brasil está entre os países onde os empregados mais realizam hora extra no mundo. Ou seja, trata-se de um hábito muito comum e que envolve diferentes rotinas de trabalho.

Por isso, entender como funciona esse cálculo e aprender a executa-lo na prática do jeito certo é um cuidado primordial. Sobretudo considerando que não existe uma regra padrão a se aplicar em todos os casos envolvendo cálculo de hora extra.

Sendo assim tanto as empresas que desejam evitar passivos trabalhistas, quanto para trabalhadores que querem garantir o correto recebimento dessa compensação, precisam se atentar aos detalhes que esse cálculo envolve.

Se você ainda tem dúvidas sobre como calcular hora extra, continue lendo esse artigo e aprenda como fazer esse cálculo corretamente.

Como calcular hora extra corretamente?

como calcular hora extra

Conforme prevê a Consolidação das Leis de Trabalho, todo empregado que trabalha com carteira assinada e presta serviços que ultrapassam sua jornada de trabalho regular, deve receber hora extra.

Para calcular hora extra corretamente é preciso, inicialmente, definir o valor da hora de trabalho do colaborador.

Como calcular o valor da hora?

Basicamente, o cálculo do valor da hora de trabalho é feita dividindo o valor do salário base do empregado pela quantidade de horas trabalhadas no mês.

Desse modo, se o colaborador possui um salário base de R$2.000 e 220 horas trabalhadas no mês, o valor da sua hora de trabalho será de R$9,09.

Como calcular hora extra extra 50%

Agora que você já sabe como calcular o valor da hora de trabalho, então o próximo passo para aprender como calcular hora extra é aplicar o adicional correspondente dessa compensação ao valor da hora de trabalho.

Segundo prevê a legislação, no pagamento das horas extras deve ser acrescido o percentual de 50% sobre o valor da hora de trabalho habitual.

Para compreender melhor como calcular hora extra, vamos a um exemplo prático.

Digamos que um colaborador possua hora de trabalho no valor de R$9,09 e que ele fez um total de 8 horas extras em dias uteis da semana ao longo do mês. Desse modo, para definir o valor da sua hora extra, basta multiplicar o valor da hora de trabalho pelo adicional de 50% da hora extra e a quantidade de horas extras trabalhadas no mês.

Sendo assim, o cálculo ficaria dessa maneira:

Valor hora extra – R$9,09 x 1,5 x 8 = R$109,08

Nesse caso, o trabalhador deve receber acrescido no seu salário o valor de R$109,08 referente as horas extras realizadas.

Como calcular hora extra extra 100%

Para o trabalhador que realiza hora extra aos domingos e feriados, o cálculo do valor da hora extra é o mesmo realizado anteriormente, mas há um acréscimo diferenciado de 100% sobre o valor da hora de trabalho regular.

Desse modo, se um colaborador possui jornada mensal de 220 horas (8 horas por semana), com valor da hora de trabalho equivalente a R$10,00 e ele trabalhou 1 domingo, então o valor da sua hora extra será calculado da seguinte forma:

R$10,00 (valor hora de trabalho) x 2 (100% adicional hora extra) x 8h (ref. ao dia trabalhado no feriado) = R$160,00

Sendo assim, o valor a ser pago pelas horas extras trabalhadas no feriado é de R$160,00.

Como calcular hora extra noturna

Existem situações onde o trabalhador possui uma jornada de trabalho noturna, que em áreas urbanas vai das 22h às 5h. Nesses casos, o trabalho que fizer horas a mais de trabalho, além da hora extra, também deverá receber adicional noturno acrescido ao seu salário.

Sendo assim, para saber como calcular hora extra na jornada noturna, deve-se somar o valor do salário base ao adicional noturno e ao valor da hora extra.

Para simplificar o entendimento, vamos a um exemplo prático. Suponha que um colaborador ganhe R$3.124 por mês e R$14,50 por hora trabalhada. Esse colaborador realizou 3 horas extras em dias úteis ao longo do mês.

Nesse caso, para saber como calcular hora extra, deve-se primeiramente definir o valor da hora noturna. Para isso, basta somar R$14,50 por 20% do adicional noturno, resultando no valor de R$17,40.

Em seguida, é preciso somar o valor da hora extra noturna (R$17,40) por 50%, que corresponde ao percentual da hora extra, resultando em R$26,10.

Por fim, deve-se multiplicar o valor da hora extra noturna (R$26,40) por 3, que corresponde a quantidade de horas extras trabalhadas no mês, resultando em R$79,20.

Portanto, o valor a ser acrescido ao salário base referente ao pagamento das horas extras noturnas realizadas pelo colaborador será de R$79,20. Lembrando que se a hora extra for paga aos domingos ou feriados, aplica-se o percentual de 100% e não 50% como no exemplo citado acima.

Qual é o valor mínimo de uma hora extra?

Como calcular Hora Extra – Aprenda Como Fazer

Atualmente, a Lei estabelece como valor mínimo da hora extra, o adicional de 50% sobre o valor da hora normal de trabalho. Dependendo do caso, esse valor pode chegar a 100% de adicional, podendo ainda ter o acréscimo de outros percentuais em seu cálculo. Por isso é muito importante entender como calcular hora extra em cada situação para garantir o correto pagamento dessa compensação.

Quem deve receber hora extra?

Todo trabalhador com contrato de trabalho regido pela CLT e que presta serviços que ultrapassam sua jornada de trabalho habitual, devem receber hora extra.

É importante destacar que existem algumas exceções a essa regra. Uma delas são os profissionais que ocupam cargos em que não há um controle de ponto, como gerentes e diretores.

Além disso, colaboradores que ocupam funções nas quais é proibido a extensão das horas previstas de trabalho, como estagiários, jovem aprendiz e profissionais com escalas fixas de trabalho, não devem receber hora extra.

Como calcular hora extra – Dicas para evitar erros

Por envolve alguns detalhes, é comum que empregados e empregadores cometam erros por não saber como calcular hora extra corretamente. Como resultado, isso acaba causando prejuízos financeiros entre outros problemas a ambos os envolvidos.

Para evitar que isso aconteça, é importante adotar algumas medidas que ajudam a evitar erros no pagamento de horas extras ao trabalhador:

  • Certifique-se de fazer o registro adequado de todas as horas extras realizadas por seus colaboradores.
  • Lembre-se de aplicar o percentual de hora extra considerando o período em que a hora extra é realizada (dias úteis, domingos ou feriados).
  • Não esqueça de consultar o acordo coletivo estabelecido junto ao sindicato para aplicar corretamente todas as regras estipuladas para o pagamento da hora extra.

Além disso, se necessário, você pode utilizar também calculadora de horas extras para auxiliar na contabilização desse benefício. Atualmente existem várias opções de calculadoras online configuradas de forma intuitiva e que você pode usar para simplificar esse processo.

Saber como calcular hora extra não é tão complicado quanto parece. Dedicando tempo, foco e aplicando as dicas acima, é possível calcular esse benefício do jeito certo, aplicando as regras necessárias e evitando possíveis ações trabalhistas.

Ficou com alguma dúvida sobre como calcular hora extra ou qualquer outro benefício trabalhista? Consulte nosso time enviando uma mensagem no chat ao lado e fique por dentro dos seus direitos e obrigações!

Mostrar mais

Waldemar Ramos

Advogado, consultor e produtor de conteúdo jurídico, especialista em Direito de Família e Previdenciário.

Artigos relacionados